meu cérebro é mais ou menos assim: “ahh, que saudade… que saudade o que, vai se foder”

dorminhoco:

me

Me assusta pensar que ja é Setembro.
— Você passou a mão na minha bunda?
— Desculpa.
— Não to reclamando.